Os 30 anos da Lei do Inquilinato e a Segurança Jurídica


30 anos da lei do inquilinato locação de imóveis urbanos lais goncalves advogada

Hoje, 18 de outubro de 2021, a Lei de Locações completa 30 anos!


Acredito que grande parte das pessoas sequer imaginam a razão de eu estar comemorando o aniversário de uma lei, mas garanto que ela vai além do simples entusiasmo pelo tema.


Não é só a idade da lei que indica um amadurecimento comportamental do mercado locatício. Percebo que, cada vez mais, proprietários e inquilinos se dispõem a solucionar os conflitos de maneira amigável, consensual e extrajudicial.


Outro fator é que boa parte dos locadores sequer cogita alugar um imóvel sem que haja um contrato escrito e muitos buscam auxílio profissional especializado para gerir a locação.


Em 30 anos, tivemos bastantes transformações. O mercado de aluguel de imóveis cresceu e se modernizou, especialmente em razão da internet.


Evidentemente, a Lei de Locações está longe de ser perfeita (e que lei é?). Mas a estabilidade em meio à tantas mudanças nos dá segurança jurídica, que é essencial para a coletividade e para o mercado.


Para mim, esses são os grandes motivos para celebrarmos, pois as relações locatícias me mostram - ainda que de forma embrionária - uma sociedade que está começando a aprender a solucionar suas questões de forma proativa e consensual.


Laís Gonçalves é Advogada e Consultora em Direito Imobiliário e atende online todo o Brasil.



Advogada Laís Gonçalves Direito Imobiliário Contato Juiz de Fora Minas Gerais

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O inventário é o procedimento necessário para que os herdeiros dividam os bens recebidos em razão do falecimento de um parente e depois possam registrá-los em seu nome, além de pagar as dívidas que el

Dona de Casa? Sim! Com contrato, escritura e registro. O papel das mulheres no mercado imobiliário está cada vez maior e relevante, seja como corretora de imóveis, advogada imobiliarista, engenheira,